sexta-feira, janeiro 16

Sobre as desventuras de morar em uma casa nova


Adorei esse texto..

Não deixe suas panelas brilharem mais do que você!!!!
Não leve a faxina ou o trabalho tão a sério!
Pense que a camada de pó vai proteger a madeira que está por baixo dela!
Uma casa só vai virar um lar quando você for capaz de escrever “Eu te amo” sobre os móveis!
Antigamente eu gastava no mínimo 8 horas por semana para manter tudo bem limpo, caso “alguém aparecesse para visitar” – mas depois descobri que ninguém passa “por acaso” para visitar – todos estão muito ocupados passeando, se divertindo e aproveitando a vida!
E agora, se alguém aparecer de repente?
Não tenho que explicar a situação da minha casa a ninguém…
…as pessoas não estão interessadas em saber o que eu fiquei fazendo o dia todo enquanto elas passeavam, se divertiam e aproveitavam a vida…
Caso você ainda não tenha percebido: A VIDA É CURTA… APROVEITE-A!!!

Tire o pó… se precisar…

Mas não seria melhor pintar um quadro ou escrever uma carta, dar um passeio ou visitar um amigo, assar um bolo e lamber a colher suja de massa, plantar e regar umas sementinhas?
Pese muito bem a diferença entre QUERER e PRECISAR !

Tire o pó… se precisar…

Mas você não terá muito tempo livre…
Para beber champanhe, nadar na praia (ou na piscina), escalar montanhas, brincar com os cachorros, ouvir música e ler livros, cultivar os amigos e aproveitar a vida!!!

Tire o pó… se precisar…

Mas a vida continua lá fora, o sol iluminando os olhos, o vento agitando os cabelos, um floco de neve, as gotas da chuva caindo mansamente….
- Pense bem, este dia não voltará jamais!!!

Tire o pó… se precisar…

mas não se esqueça que você vai envelhecer e muita coisa não será mais tão fácil de fazer como agora…
E quando você partir, como todos nós partiremos um dia, também vai virar pó!!!
Ninguém vai se lembrar de quantas contas você pagou, nem de sua casa tão limpinha, mas vão se lembrar de sua amizade, de sua alegria e do que você ensinou.

AFINAL:

“Não é o que você juntou, e sim o que você espalhou que reflete como você viveu a sua vida.”

(Autor desconhecido )

sobre ter paz

A paz quer guerra
os pais da guerra somos nós
os nós que fazem um emaranhado
nos cabelos
nos pensamentos
nos ideais.

Eu quero paz
a paz quer me deixar em paz
sem par
a paz quer mesmo a guerra
o silêncio
as palavras não ditas
e correspondidas.

quinta-feira, janeiro 1

Sobre um novo movimento de translação

Renovação
Em cada Dia Primeiro do Ano o céu é cuidadosamente repintado de azul.
__Mario Quintana, in: Da Preguiça como Método de Trabalho, 1987.


Quando se pensa que tudo está perdido, lá está a luz no fim do túnel, digo - do coração. É nele que se carrega o equilíbrio para todos os problemas. Espero que o ano que segue seja assim, como me sinto agora nesta noite, neste instante, um pouco mais independente, mas ao mesmo tempo, bem mais dependente das pessoas que valem a pena. Que elas brotem com um coração lindo e limpo, porque é disso que a nossa vida anda escassa. Aventuras, boas histórias e sabe se lá um novo tempo. Seja esse o novo desejo: tempo. Tempo para viver, desvendar e me encantar nestes 365 dias que estão por vir. 


Detalhes, retalhos, sorrisos.